20 de abr de 2015

A caminho do verão - Sarah Dessen


Aqui em casa janeiro sempre foi o mês destinado aos tuneis da serra que me levavam a caminho da praia e idas a papelaria que me faziam tão feliz em busca do material escolar. Eu não sou o que se pode ser considerada uma pessoa de verão, detesto suar e o aumento de alguns graus já é suficiente para me deixar molenga/enjoada/semvontadedeviver – também conhecido como pressão baixa – Provavelmente se você também odeia o calor sabe do que eu estou falando! Mas resolvi deixar essa lembrança dos ultimos de verão... Pelo menos por enquanto! 

Enquanto eu estava na praia como de praxe (em janeiro), resolvi pesquisar por algum livro relacionado a esta época de calor infernal e o mais recomendado foi A Caminho do Verão da Sarah Dessen, eu não conhecia a autora e nem o livro, YA’s nunca foram muito meu tipo de livro, mas eu resolvi arriscar, e confesso que fiquei bem impressionada com o que eu senti enquanto estava lendo...

A Caminho do verão conta a história da Auden que está vivendo as últimas férias de verão até entrar na faculdade, ela se esforçou a vida inteira por esse momento, nada de amigos, festas, namorados, estudar era tudo o que ela sabia fazer e tudo o que sempre fizera... Mas quando ela resolve ir passar as férias na casa do pai e da madrasta no litoral, começa a perceber que existe muito mais na vida do que apenas números e excelência acadêmica.



A história no geral é muito simples, “veroniana”, parecia certo ler esse livro sentada na minha cadeira de praia enfiando meus pés na areia...

E os sentimentos da Auden com relação aos pais e aos estudos me é muito familiar... Vários elementos da história são clichês, como o cara bonito e bronzeado com que você comete um erro, o outro misterioso que te intriga, a inspiração que ela traz do irmão e a pressão de agradar os pais... Mas a Sarah Dessen faz isso tão bem que a familiaridade chega a ser reconfortante ao contrário de piegas. Eu me importei com os personagens... É bem aquele tipo de livro que te inspira e te faz questionar a vida, porém de uma forma mais leve.
Segundo a autora, verão é a época em que tudo pode acontecer, as coisas podem mudar se você assim quiser e acho que acabei acreditando nela!

E não sei se é culpa do livro ou da praia, mas eu acabei ficando com uma vontade incontrolável de comprar uma bicicleta \o/

Nenhum comentário:

Postar um comentário