5 de nov de 2014

Resenha: Gênio do Mal - Catherine Jinks


A primeira coisa que me atraiu em Gênio do mal foi obviamente o titulo. Eu não sei vocês, mas eu sempre fui daquele tipo que no decorrer da história acaba torcendo para o vilão! Não que eu queira ser a do contra, mas o personagens "maus" geralmente são mais interessantes dos que os heróis das histórias e eu como uma pessoa um tanto observadora e cansada de personagens coxinhas com o tempo seria obvio a minha escolha! Então lá estava eu passeando pela livraria, escolhendo qual livro eu iria comprar para ler no Natal, e esse titulo salta na minha cara. Eu abro o livro e dou de cara com a melhor lista de matérias de todos os tempos!!! Nem a minha amada biologia consegue superar uma lista de matérias dessa. Mas para vocês entenderem melhor do que eu estou falando, deixa eu contar um pouquinho da história


Cadel Piggott é um gênio. Desde os seus sete anos de idade invade computadores e grandes redes. Ele sempre foi um garoto diferente, o que era esperado. Os anos passam e a escola já não faz mais parte da vida de Cadel. E com apenas 14 anos ele entra para a faculdade. Mas como a experiencia com a escola não fora tão boa, os pais de Cadel resolvem mandá-lo para uma escola diferente, um lugar onde ele possa se encaixar melhor e ser desafiado: uma escola/faculdade para gênios. Mas aquele lugar onde todos achavam que era uma simples universidade para superdotados se revelou sendo um lugar diferente. Um lugar para gênios? Sim, mas não qualquer um, um lugar para gênios do mal.
A partir de então Cadel começa as aulas que sempre sonhou, como aula de desfalque, falsificação, e várias outras matérias que são necessárias para um bom "vilão". Mas mesmo se sentindo mais em casa, Cadel ainda estava sozinho e passava boa parte de seu tempo conversando com a brilhante Kay-Lee, uma garota inteligente e misteriosa que conheceu pela internet e que fez com que Cadel se questionasse sobre a instituição, e o papel dele próprio e do famoso diretor que a comandava. Será que existe algo por trás de tudo isso? Afinal ali todos são potenciais gênios do crime...

O livro da Catherine Jinks faz parte de uma trilogia que eu ainda não tive o prazer de ler. O que é uma pena, porque Gênio do mal é realmente uma ótima leitura, com personagens interessantes e fora do comum. Mas o que realmente te atrai para o livro é o ambiente e a Catherine consegue explorar muito bem esse lado. As descrições são fantásticas, e o livro é muito bem escrito. O livro é infanto-juvenil e isso é bem claro na forma da escrita, mas apesar disso eu não achei que deixasse a desejar para leitores que gostam uma leitura mais adulta.
E gente, quem não gostaria de estudar numa escola dessa? Só perde Hogwarts...
Eu achei grafia do livro muito bem feita, quando um novo capitulo começa, toda a pagina fica na cor preta, eu adorei a ideia... Por ser apenas uma pagina, não cansa a vista de forma alguma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário